Nossos posts recentes

Tags

Número de acidentes envolvendo ciclistas cresce 7,5% em Jaraguá do Sul

O número de acidentes envolvendo bicicletas cresceu na cidade. De janeiro a setembro de 2018, o Corpo de Bombeiros Voluntários de Jaraguá do Sul atendeu a 344 ocorrências do tipo na cidade. No mesmo período do ano passado, a corporação foram 320, um aumento de 7,5% nos acidentes.

O comandante da corporação, N. V., comenta que houve um aumento no número de bicicletas na cidade e isso é um dos motivos que pode explicar o aumento no número de acidentes.

Os números dos bombeiros também apontam quais os tipos de ocorrências mais comuns entre os ciclistas. Em 2018, o maior número envolve a queda de bicicleta (40%), o segundo tipo mais registrado é batidas entre carros e bicicletas (39%), o terceiro envolve batida contra motocicletas (13%).

Uma parcela menor das ocorrências (8%) envolve batidas entre duas bicicletas, contra postes, caminhões e até carroças. Esta última com uma ocorrência em janeiro.

N. observa que houve um aumento no número de bicicletas, mas os ciclistas estão mais cuidadosos e o nível de proteção “até aceitável”. As pessoas estão utilizando capacetes, luvas e mais acessórios de segurança.

“O que a gente precisa ter agora é mais atenção, tanto os ciclistas quanto as outras pessoas que utilizam a vias, como motociclistas e motoristas. Na verdade, é preciso que haja respeito de todas as partes. Se cada um respeitar o seu espaço, com certeza vamos ter uma diminuição no número de acidentes”, ressalta.

PM monitora acidentes

Apesar de atender menos acidentes que os bombeiros, a Polícia Militar também faz o registro de acidentes envolvendo ciclistas na cidade.

O 14º Batalhão de Polícia Militar, responsável pelo controle do trânsito em Jaraguá do Sul, anotou 42 ocorrências envolvendo bicicletas na cidade nos primeiros sete meses de 2018. O número é 100% maior que no ano passado, quando a PM registrou 26.

Segundo o chefe da Seção de Comunicação do 14º BPM, major A. V. P., há muitos outros casos de acidentes que não estão registrados, mas essa é a análise dos atendimentos feitos pela PM.

P. lembra que as bicicletas são os veículos mais vulneráveis nas ruas. Diz que o sistema de trânsito exige uma dinâmica em que os veículos maiores tenham cuidado com os menores.

Neste sentido, diz a lógica que “as bicicletas cuidam dos pedestres, as motos das bicicletas, os carros das motos e assim por diante”. No fim, para ele, todos são responsáveis pela segurança no trânsito.

“A gente sabe que as bicicletas são um meio saudável para se locomover, mas é preciso ter responsabilidade, tanto da pessoa que está conduzindo, como dos outros usuários da via. Pedimos que as pessoas se respeitem umas às outras, sejam gentis e participem da segurança como um todo”, destaca o major.

Período da tarde e na região central

Os números apresentados pela PM dão subsídios para traçar um perfil dos acidentes ocorridos na cidade. Segundo o relatório, 47% dos acidentes envolvendo ciclistas aconteceu no período da tarde, no horário entre 12h e 17h, em Jaraguá do Sul.

Os bairros mais centrais, como Centro, Czerniewicz, Vila Nova e Nova Brasília, registram 30% dos sinistros apontados pela Polícia Militar. A faixa etária que mais envolve ciclistas é entre 25 e 44 anos, com 50% dos registros.

Apesar de não haver dados sobre os ferimentos, empiricamente o comandante dos bombeiros voluntários ressalta que é muito comum as fraturas nos membros inferiores e superiores, além de escoriações pelo corpo.

“Nós ficamos muito preocupados com ocorrências envolvendo ciclistas. Quando o acidente envolve uma bicicleta, é comum fraturas nos braços, mãos e pernas. Essas são as regiões mais afetadas. Ao cair, o ciclista coloca o braço para se apoiar”, descreve N..

“Essa é uma das situações em que ocorre a fratura, além das áreas de choque. Geralmente, quando o carro atinge o ciclista, ele cai sobre o capô e depois tem uma queda de menor altura. Quando envolve uma motocicleta, ele é arremessado contra o chão”, completa.

Fonte: https://ocp.news/seguranca/numero-de-acidentes-envolvendo-ciclistas-cresce-75-em-jaragua-do-sul